IFRN confirma instalação de usina de energia solar no Campi Nova Cruz

No VNT do Nova Cruz Oficial - 01/12/2016
Investindo na geração de energia solar, o Instituto Federal de Educação Tecnológica do Rio Grande do Norte (IFRN) conta com 11 usinas voltadas para essa finalidade e ainda estã prevista a instalação de mais dez unidades.

A usina instalada no prédio da Reitoria foi a primeira das 11 que já estão em funcionamentos nos campi do IFRN. Além da reitoria, os campi Currais Novos; Natal-Central; Canguaretama; Ceará-Mirim; São Paulo do Potengi; Parelhas; São Gonçalo; Pau dos Ferros e João Câmara também já possuem geradores em pleno funcionamento. 

O próximo gerador a entrar em funcionamento será do Campus Lajes, que está apenas aguardando a conclusão dos trâmites finais junto à COSERN para autorização do funcionamento. A Instituição está realizando a aquisição de mais 9 geradores para os Campi Mossoró, Santa Cruz e Natal- Zona Norte, Unidade Rocas do Campus Cidade Alta, Parnamirim, Nova Cruz, Apodi, Ipanguaçu e Macau. Ao final dos processos de contratação, todas as unidades do IFRN farão uso da energia solar como complemento à fornecida pela Cosern, contribuindo com produção energética do estado.

O IFRN foi a primeira instituição pública do eOstado a aderir ao sistema de compensação de energia regulamentado pela Resolução Normativa 482/2012 da ANEEL. Conforme a REN 482/2012, um consumidor de energia elétrica que instale pequenos geradores em sua casa, condomínio ou empresa (como, por exemplo, painéis solares fotovoltaicos e pequenas turbinas eólicas) pode utilizar a energia gerada para abater o consumo de energia elétrica da unidade. Quando a geração for maior que o consumo, o saldo positivo de energia poderá ser creditado na fatura dos meses seguintes.

Fiscalização
Nesta quarta-feira (30), uma equipe de engenheiros do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Norte (CREA/RN) realizou uma visita aos painéis de energia solar instalados na Reitoria do IFRN. A iniciativa faz parte do Seminário de Fiscalização do Rio Grande do Norte que acontece anualmente no órgão. 

Durante a visita, o engenheiro do Instituto, Franclin Robias, explicou aos visitantes todo o processo de funcionamento das usinas fotovoltaicas, e também seus benefícios para a Instituição. Para o gerente de fiscalização do CREA, Emerson Fonseca, a visita é uma oportunidade de conhecer o processo fotovoltaico utilizado pelo IFRN, "A visita foi agendada para obtermos mais informações técnicas sobre funcionamento e questões legais relacionadas às empresas contratadas", comentou.
Share on Google Plus

About vnt online

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.