Chape vence o Lanús e renasce na Libertadores

No VNT do GE - 18/05/2017
Luiz Otávio marcou segundo gol da Chapecoense (Foto: AP Photo/Agustin Marcarian)
Luiz Otávio marcou segundo gol da Chapecoense (Foto: AP Photo/Agustin Marcarian)
Um herói improvável. Um roteiro improvável. E um resultado que, ao que tudo indica, não fica definido após 90 minutos de futebol. Chapecoense e Lanús fizeram um duelo que começou antes de a bola rolar e ainda vai dar pano para manga em Buenos Aires. Tudo isso com um personagem central: Luiz Otávio. Foi do zagueiro o gol que garantiu a vitória por 2 a 1 para o Verdão, em La Fortaleza, pela quinta rodada do Grupo 7 da Libertadores, nesta quarta-feira. E é por ele também que o placar está "sub-júdice". De acordo com a Conmbebol, o zagueiro ainda tem duas partidas para cumprir pela expulsão diante do Nacional do Uruguai. Wellington Paulista abriu o placar, e Sand descontou.

A história do duelo em La Fortaleza está diretamente ligada ao que aconteceu minutos antes de a bola rolar. A Conmebol informou que Luiz Otávio não poderia jogar por ter sido julgado e condenado a três jogos de suspensão pela expulsão diante do Nacional do Uruguai. A Chapecoense contestou, garantiu não ter sido informada e bancou a escalação. O Lanús acompanhou tudo de perto e prometeu brigar por seus direitos. Confusão que coloca em risco tudo que aconteceu durante os 90 minutos.

Com o resultado, a Chapecoense passou a depender das próprias forças para avançar às oitavas de final. O Verdão tem os mesmos sete pontos do Lanús, perde no saldo de gols, mas ultrapassa ou argentinos ou os uruguaios do Nacional, que lideram, com oito, em caso de nova vitória. Os brasileiros recebem o Zulia, terça-feira, às 19h30 (de Brasília), na Arena Condá, enquanto Lanús e Nacional medem forças no mesmo dia e horário em Montevidéu.
Share on Google Plus

About VNT Online

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.