Sem renúncia de Temer, Freire entrega comando do Ministério da Cultura

No VNT do G1 - 17/05/2017
Roberto Freire e o presidente Michel Temer (Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)
Roberto Freire e o presidente Michel Temer (Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)
O ministro da Cultura, Roberto Freire, presidente do PPS, entregou pessoalmente nesta quinta-feira (18) ao presidente Michel Temer uma carta de demissão do cargo. Ele deixou o Palácio do Planalto por volta das 18h05.

Freire já havia afirmado, por meio de sua assessoria, que deixaria o governo porque o presidente Michel Temer decidiu não renunciar. O Palácio do Planalto também confirmou que ele entregou o cargo.

Em seu primeiro pronunciamento após a revelação, pelo jornal "O Globo", de que foi gravado pelo dono do frigorífico JBS, Joesley Batista, dando aval para a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o presidente afirmou que não teme delações premiadas e que permanecerá exercendo o mandato.

O PPS ocupava duas cadeiras na Esplanada dos Ministérios. Com o pedido de demissão de Freire, a sigla permanecerá apenas no comando do Ministério da Defesa. Em nota, o ministro Raul Jungmann informou que permanecerá no exercício de suas funções.
Share on Google Plus

About deusa online

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.