Recent

Postagens mais visitadas

Navigation

Mototaxista é autuado duas vezes por tentar burlar blitz da Lei Seca em Currais Novos, RN

No VNT do G1 RN - 19 MAR 2018
Fiscalização foi feita em três pontos diferentes ao redor do 14º Cactus Moto Fest. Ao final do evento, 72 pessoas acabaram autuadas por embriaguez (Foto: PM/Divulgação)
Fiscalização foi feita em três pontos diferentes ao redor do 14º Cactus Moto Fest. Ao final do evento, 72 pessoas acabaram autuadas por embriaguez (Foto: PM/Divulgação)

Um mototaxista foi autuado duas vezes por tentar burlar uma blitz da Lei Seca realizada neste final de semana na cidade de Currais Novos, na região Seridó potiguar. Outras duas pessoas, que também tentaram se dar bem, também foram multadas em dobro. A fiscalização foi feita em três pontos diferentes ao redor do 14º Cactus Moto Fest, evento voltado para os amantes do motociclismo. Ao final, 516 pessoas foram abordadas. Destas, 72 acabaram autuadas por embriaguez.

Segundo o capitão PM Isaac Paiva, coordenador da Operação Lei Seca no RN, nas duas ocasiões em que o mototaxista foi autuado, ele levou multa por ter confiado veículo à pessoa com capacidade psicomotora alterada. Na segunda, ainda foi autuado por estar sem habilitação, já que o documento ficou retido após a primeira abordagem.

Na primeira autuação, o capitão explicou que o mototaxista se apresentou para guiar a moto de um motociclista que havia sido parado na blitz, e que se recusou a fazer o teste de bafômetro. Por este motivo, teve a CNH retida e precisou chamar alguém para levar a moto até em casa. O problema é que, antes mesmo de sair do local da blitz, o mototaxista foi flagrado entregando a chave da moto de volta ao motociclista.

“Detectamos essa situação ao visualizar o mototaxista entregando a chave da moto de volta ao dono, ainda no local onde ela estava estacionada. O proprietário subiu na moto e pilotou a mesma, novamente sob influência de álcool. Então, o abordamos mais uma vez e mais uma vez ele se recusou, incorrendo na reincidência, caso em que a multa dobra, totalizando um prejuízo de quase R$ 9 mil com as multas somadas”, afirmou Isaac.

Ainda de acordo com o capitão, assim que o mototaxista entregou a chave da moto, imediatamente já foi em direção a um outro veículo, tipo Honda Civic, onde fez o mesmo procedimento de devolver a chave para uma pessoa embriagada. E essa pessoa também foi novamente abordada e autuada de maneira reincidente.


“O mototaxista, por sua vez, foi autuado também duas vezes pelas duas infrações de confiar o veículo à pessoa com capacidade psicomotora alterada”, reforçou o capitão.
Share
Banner

VNT Online

Post A Comment: