Delegado mantém sigilo em inquérito que investiga chacina em Nísia Floresta, RN

No VNT do G1 RN  - 23 JUL 2018
Vítimas estavam na frente desta casa quando aconteceu a chacina em Nísia Floresta, RN (Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi)
Vítimas estavam na frente desta casa quando aconteceu a chacina em Nísia Floresta, RN (Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi)

A Polícia Civil já começou a ouvir os familiares dos seis homens – três adolescentes e três adultos – executados a tiros na noite do sábado (21) dentro de uma casa em Nísia Floresta, município do litoral Sul da Grande Natal. Contudo, segundo o delegado Marcelo Aranha, o inquérito vai seguir em sigilo, sem a divulgação de qualquer linha de investigação.

“Vamos manter o sigilo. É melhor assim, que é para não atrapalhar o nosso trabalho. Só posso dizer que já estamos ouvindo alguns familiares das vítimas, que foram executadas. A forma como os seis foram mortos está clara. Mas, sobre a motivação, preferimos não falar nada por enquanto”, disse ao G1.

São poucas as informações oficialmente confirmadas até o momento. Segundo relatório da Polícia Militar, a chacina aconteceu na frente de uma casa, na esquina da Rua das Flores com a Rua Nossa Senhora do Ó, onde funcionava uma boca de fumo. Os criminosos chegaram em um carro, desceram e obrigaram as vítimas a se deitarem com a barriga no chão. Em seguida, atiraram.

Cinco morreram na hora. A sexta vítima ainda foi levada para o hospital, mas também não resistiu. São eles:

Fabrício Silva, 16 anos
Jackson Nascimento, 16 anos
Anderson Júnior Rodrigues do Nascimento, 17 anos
Arlindo Júnior, 18 anos
Maxuel Bento Gonçalo de Lira, 19 anos
Gean Nonato Nascimento, 33 anos
Share on Google Plus

About VNT Online

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.