Recent

Postagens mais visitadas

Navigation

Sobe de 75 para 79 número de municípios potiguares no Mapa do Turismo

No VNT do G1 RN - 03 SET 2019
Fortaleza dos Reis Magos, em Natal, é um dos pontos turísticos mais visitados do estado — Foto: Canindé Soares

Aumentou de 75 para 79 a quantidade de municípios potiguares presentes no Mapa do Turismo 2019. A lista, que é elaborada pelo Ministério do Turismo, define os destinos que podem receber investimentos do governo federal. No país, 2.694 municípios de 333 regiões com vocação turística estão na relação.

Quanto ao RN, levando-se em comparação à edição de 2017, quando foi elaborado o último mapa, alguns pontos merecem destaque:

66 municípios foram mantidos na lista, sendo que 8 sofreram alguma mudança de categoria (que são: A, B, C, D e E, dependendo da receita gerada, quantidade de estabelecimentos de hospedagem formais e fluxo de turistas, por exemplo);
9 municípios foram excluídos da relação por não atenderem exigências do Ministério do Turismo – entre elas a obrigação de participação em instância de governança e em Conselho Municipal de Turismo.
13 municípios foram incluídos no mapa e se tornaram aptos a receber recursos para o incentivo e incremento do setor.
O aumento do número de municípios incluídos no mapa foi comemorado pela Secretaria de Turismo do RN (Setur). "Precisa dessa organização, dessa aproximação com o setor privado e com a comunidade", destacou a subsecretária de Políticas e Gestão Turística da Setur, Solange Portela.

Além da necessidade de o município ter um órgão de turismo em atividade e conselho municipal funcionando, o novo mapa adotou outros critérios obrigatórios para a participação na plataforma: orçamento próprio destinado ao turismo e possuir prestadores de serviços turísticos de cadastro obrigatório registrados no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), do Ministério do Turismo.

Um dos município incluídos na lista foi Upanema, na região Oeste do estado, que tem a Barragem de Umari como um dos principais atrativos turísticos. Com capacidade para até 292.8 milhões de metros cúbicos de água, ela é o terceiro maior reservatório do estado.

Em contrapartida, deixou de fazer parte do mapa a cidade de São Rafael, também na região Oeste potiguar. Na década de 1980, parte da cidade foi inundada para a construção da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves. Por isso, o município recebeu o apelido de "Atlântida do Sertão".

Abaixo, veja relação completa dos municípios potiguares que foram mantidos, mudaram de categoria, excluídos e incluídos no Mapa do Turismo 2019:

Municípios mantidos:
Acari
Assu
Alexandria
Areia Branca
Baía Formosa
Baraúna
Campo Redondo
Canguaretama
Carnaubais
Ceará-Mirim
Cerro Corá
Currais Novos
Extremoz
Felipe Guerra
Florânia
Galinhos
Grossos
Guamaré
Ipanguaçu
Itajá
Jaçanã
José da Penha
Jucurutu
Lagoa Nova
Luís Gomes
Macau
Major Sales
Marcelino Vieira
Maxaranguape
Monte das Gameleiras
Mossoró
Natal
Parelhas
Parnamirim
Passa e Fica
Patu
Pau dos Ferros
Pedra Grande
Portalegre
Riacho da Cruz
Rio do Fogo
Santa Cruz
São Bento do Trairi
São Gonçalo do Amarante
São José do Campestre
São Miguel
São Miguel do Gostoso
Serra Caiada
Serra de São Bento
Serra Negra do Norte
Serrinha dos Pintos
Sítio Novo
Tangará
Tibau
Tibau do Sul
Touros
Venha-Ver
Viçosa

Mudaram de categoria
Apodi (passou da categoria D para a C)
Caicó (passou da categoria C para B)
Caraúbas (passou da categoria D para a C)
Carnaúba dos Dantas (passou da categoria E para a D)
Lucrécia (passou da categoria E para a D)
Martins (passou da categoria D para a C)
Nísia Floresta (passou da categoria C para a D)
Porto do Mangue (passou da categoria D para a E)

Excluídos:
Afonso Bezerra
Coronel Ezequiel
Encanto
Frutuoso Gomes
Janduís
Macaíba
Montanhas
São Rafael
Senador Georgino Avelino
Incluídos
Fernando Pedroza
Japi
Jardim do Seridó
Olho D'Água do Borges
Pedro Velho
Pendências
Riachuelo
Santo Antônio
São Francisco do Oeste
São João do Sabugi
Serra do Mel
Upanema
Vila Flor

Share
Banner

VNT Online

Post A Comment:

0 comments:

OS COMENTÁRIOS POSTADOS AQUI SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR DO COMENTÁRIO.

PARA FAZER COMENTÁRIOS NO VNT:

Respeitar o outro, não conter insultos, agressões, ofensas e baixarias, caso contrário não serão aceitos.

Não usar nomes de terceiros para emitir opiniões, o uso indevido configura crime de falsidade ideológica.