Recent

Postagens mais visitadas

Navigation

Após tentativa de fuga e perseguição, PM encontra criança de 10 anos dentro de carro com suspeitos em Monte Alegre, RN

No VNT do G1 RN - 11 OUT 2019
Dois homens foram presos por porte ilegal de arma durante a madrugada desta sexta-feira (11), em Monte Alegre. Segundo a polícia, menino que estava com eles foi entregue à família - Fotos: PMRN

Após tentar fugir de uma abordagem da Polícia Militar, dois homens foram presos por porte ilegal de arma na madrugada desta sexta-feira (11) em Monte Alegre, na região metropolitana de Natal. O que chamou a atenção dos policiais é que uma criança, um menino de 10 anos, estava com os suspeitos dentro do carro usado por eles.

O caso aconteceu por volta das 2h30 na RN-002, próximo à comunidade Barrentas, segundo o relatório da PM. Os policiais suspeitaram de um veículo Uno e tentou fazer uma abordagem, mas os ocupantes tentaram fugir. Ainda de acordo com o relatório, a guarnição da PM começou a fazer uma perseguição e chegou a atirar para que o carro parasse.

Durante a tentativa de fuga, os suspeitos ainda jogaram uma espingarda calibre 12 para fora do carro - a arma foi recuperada pela polícia. Somente após o fim da perseguição, a polícia identificou que uma das três pessoas dentro do carro era uma criança de 10 anos. O menino era familiar de um dos suspeitos, mas a PM não confirmou o grau de parentesco. Ele foi entregue aos cuidados de uma tia.

Os suspeitos presos foram levados à Central de Flagrantes e deverão responder por porte ilegal de arma. Duas munições intactas de calibre 12 também foram apreendidas.

A imagem pode conter: carro
Dois homens foram presos por porte ilegal de arma durante a madrugada desta sexta-feira (11), em Monte Alegre. Segundo a polícia, menino que estava com eles foi entregue à família
Share
Banner

VNT Online

Post A Comment:

0 comments:

OS COMENTÁRIOS POSTADOS AQUI SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR DO COMENTÁRIO.

PARA FAZER COMENTÁRIOS NO VNT:

Respeitar o outro, não conter insultos, agressões, ofensas e baixarias, caso contrário não serão aceitos.

Não usar nomes de terceiros para emitir opiniões, o uso indevido configura crime de falsidade ideológica.