Recent

Postagens mais visitadas

Navigation

Governo do RN anuncia calendário de pagamento de 2020

No VNT do G1RN - 23 JAN 2020
Calendário de pagamento de 2020 foi anunciado durante reunião com o Fórum de Servidores — Foto: Ivanízio Ramos/Secom

O governo do Rio Grande do Norte anunciou nesta quarta-feira (22) o calendário de pagamento dos servidores para todo o ano de 2020. De fevereiro a dezembro, quem ganha até R$ 4 mil e os agentes da Segurança Pública receberão seus salários integralmente no dia 15 ou 14, a depender do mês. Os demais vão receber 30% nesse dia e o restante no último dia de cada mês.

Já os funcionários dos órgãos de arrecadação própria continuarão recebendo no último dia útil. O anúncio foi feito pelo Poder Executivo após reunião com o Fórum de Servidores, realizada no auditório da Governadoria.

Segundo o governo, a data para depósito do 13º salário de 2020 dos servidores será divulgada no início do próximo semestre. Quanto aos atrasados de dezembro e 13º de 2018, ainda não há definição. O Poder Executivo afirma que abrirá diálogo com o Fórum para estabelecer um prazo, mas só após a quitação da folha de novembro daquele ano, anunciada para 15 de fevereiro.

Previdência
A reforma da previdência não foi discutida na reunião desta quarta (22). Isso porque a governadora Fátima Bezerra (PT) teria determinado mudanças quanto à faixa salarial que terá isenção na contribuição previdenciária, que até o momento era de até um salário mínimo.

Desse modo, o governo elaborará um texto para ser apreciado pelo Fórum, no dia 30 de janeiro, e uma nova reunião está prevista para o dia 3 de fevereiro. O texto final será enviado à Assembleia Legislativa na primeira semana do próximo mês, assim que os trabalhos da Casa sejam reabertos.
Share
Banner

VNT Online

Post A Comment:

0 comments:

OS COMENTÁRIOS POSTADOS AQUI SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR DO COMENTÁRIO.

PARA FAZER COMENTÁRIOS NO VNT:

Respeitar o outro, não conter insultos, agressões, ofensas e baixarias, caso contrário não serão aceitos.

Não usar nomes de terceiros para emitir opiniões, o uso indevido configura crime de falsidade ideológica.