Recent

Postagens mais visitadas

Navigation

Rússia anuncia primeiro lote de vacinas da Covid-19 para setembro; imunização em massa é prevista para outubro

Do G1 - 31 AGO  2020
A foto, do dia 6 de agosto, mostra a vacina desenvolvida na Rússia contra a Covid-19, a primeira a ser registrada em todo o mundo contra a doença. — Foto: Handout / Russian Direct Investment Fund / AFP

O ministro da Saúde russo, Mikhail Murashko, anunciou nesta segunda-feira (31) que a entrega do primeiro lote de vacinas da Covid-19 aprovada pelo país este mês está prevista para setembro. Murashko afirmou que a vacinação em massa, prevista para começar em outubro, dará prioridade a profissionais de saúde e professores, mas será voluntária.

Segundo o jornal "The Moscow Times", Murashko afirmou que cerca de 2,5 mil de 40 mil voluntários já foram recrutados para os ensaios de fase 3 da vacina. A capacidade máxima de produção das imunizações deve ser alcançada até novembro, informou o ministro.

O ministro disse que a produção das vacinas caminha paralelamente ao monitoramento, pós-registro, da eficácia da imunização.

No dia 11, a Rússia se tornou o primeiro país no mundo a aprovar uma vacina contra a doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), mas a aprovação foi criticada pela comunidade internacional, pois não foram publicados estudos científicos que mostrassem a eficácia da vacina, batizada de "Sputnik V".

O país rejeitou as preocupações, e anunciou, no dia 12 de agosto, que a vacinação de médicos começaria dali a duas semanas.

A Rússia diz que mais de 20 países solicitaram mais de 1 bilhão de doses da Sputnik V, apesar das preocupações com a segurança. A imunização deve entrar em circulação civil em 1º de janeiro de 2021, de acordo com um certificado de registro no site do Ministério da Saúde russo, apurou o "The Moscow Times".
Share
Banner

VNT Online

Post A Comment:

0 comments:

OS COMENTÁRIOS POSTADOS AQUI SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR DO COMENTÁRIO.

PARA FAZER COMENTÁRIOS NO VNT:

Respeitar o outro, não conter insultos, agressões, ofensas e baixarias, caso contrário não serão aceitos.

Não usar nomes de terceiros para emitir opiniões, o uso indevido configura crime de falsidade ideológica.