Recent

Postagens mais visitadas

Navigation

Criminosos invadem granja, fazem reféns e trocam tiros com a PM em São José de Mipibu, RN

Do G1RN - 28 OUT 2020
Granja foi alvo de assaltantes na noite desta terça-feira (27) na Grande Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi


 Criminosos invadiram uma granja, fizeram moradores reféns e trocaram tiros com a Polícia Militar na noite desta terça-feira (27) na região metropolitana de Natal.

A série de crimes começou por volta das 19h, no distrito da Taborda, em São José de Mipibu. Três criminosos invadiram a granja e fizeram o caseiro e seu filho reféns.

Após revirarem a casa das vítimas à procura de armas e objetos de valor, os bandidos determinaram que os homens abrissem o portão que dá acesso à casa principal da granja.

Cinco pessoas da mesma família estavam dentro do imóvel. O casal dono da granja disse que tinha acabado de jantar, quando ouviu batidas na porta. Uma das vítimas, uma empresária de 37 anos, afirmou que achava que eram pessoas conhecidas, mas olhou por uma fresta e viu que eram bandidos armados. Ela avisou a todos da casa que se acalmassem.

A mulher ainda afirmou que percebeu que os bandidos estavam com os caseiros como reféns. Os bandidos exigiam os carros, dinheiro e armas que houvesse em casa.

Para proteger os reféns, a família entregou a chave de dois veículos. Um dos carros, uma caminhonete Hilux, foi levada pelos assaltantes, além de dinheiro e celulares.

Após o crime, a Polícia Militar fez buscas na região e se deparou com os bandidos no distrito de Arenã, entre São José de Mipibu e Vera Cruz.

Segundo a PM, os criminosos atiraram em direção aos policiais, que revidaram. Apesar do cerco, os criminosos conseguiram fugir.

A caminhonete roubada foi recuperada pela polícia.

Share
Banner

VNT Online

Post A Comment:

0 comments:

OS COMENTÁRIOS POSTADOS AQUI SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR DO COMENTÁRIO.

PARA FAZER COMENTÁRIOS NO VNT:

Respeitar o outro, não conter insultos, agressões, ofensas e baixarias, caso contrário não serão aceitos.

Não usar nomes de terceiros para emitir opiniões, o uso indevido configura crime de falsidade ideológica.