Recent

Postagens mais visitadas

Navigation

Vasco terá que superar histórico negativo contra o Flamengo

No VNT do GazetaEsportivo

(Foto: LanceNet)
Se quiser conquistar o título do Campeonato Brasileiro, o Vasco, além de torcer por uma derrota do Corinthians para o Palmeiras, vai precisar derrotar o Flamengo, neste domingo, no Engenhão. Porém, a tarefa não será das mais fáceis, pois nos últimos anos, o Cruzmaltino tem levado a pior diante dos flamenguistas quando a partida ganha contornos de decisão.

Desde que o Flamengo impôs ao rival por três vezes consecutivas a condição de vice-campeão carioca, entre os anos de 1999 e 2001, a maré de azar tem tomado conta de São Januário nos confrontos diretos entre as duas equipes. No Estadual de 2004, os dois também se cruzaram, com triunfo flamenguista. Essa foi a última vez que os dois se encontraram em uma final de Campeonato Carioca.

No entanto, o duelo apareceu novamente em semifinais ou finais de turnos estaduais. Na Taça Guanabara, primeiro turno do Estadual, em 2007, empate por 1 a 1 seguido de triunfo do Flamengo nos pênaltis. Nas semifinais do ano seguinte, vitória do Urubu por 2 a 1. Já no ano passado, o duelo foi pelas semifinais do segundo turno e o Flamengo venceu por 2 a 1. Já na decisão da Taça Rio, empate sem gols no tempo normal e vitória, nos pênaltis, do Rubro-Negro, que se sagrou campeão estadual com o resultado.

Até mesmo em competições nacionais, quando valia algo importante, o Flamengo ganhou. Na decisão da Copa do Brasil de 2006, vitórias por 2 a 0 no primeiro encontro e por 1 a 0 na final, deram ao Rubro-Negro o título.

Apesar do histórico negativo, que está longe de agradar a todos em São Januário, o técnico Cristóvão Borges se mostrou otimista quanto às chances de título de sua equipe e disse que uma vitória sobre os flamenguistas não é algo impossível.

Share
Banner

VNT Online

Post A Comment:

0 comments:

OS COMENTÁRIOS POSTADOS AQUI SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR DO COMENTÁRIO.

PARA FAZER COMENTÁRIOS NO VNT:

Respeitar o outro, não conter insultos, agressões, ofensas e baixarias, caso contrário não serão aceitos.

Não usar nomes de terceiros para emitir opiniões, o uso indevido configura crime de falsidade ideológica.