Mulher baleada pelo próprio filho em Monte Alegre, RN tem morte cerebral decretada

No VNT do G1 RN - 21/10/2016
Maristela Soares Barbosa tinha 55 anos
(Foto: Arquivo Pessoal)
Teve morte cerebral decretada na manhã desta sexta-feira (21), após passar dois dias internada em estado grave no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, na capital potiguar, a dona de casa Maristela Soares Barbosa, de 55 anos. Ela foi baleada no pescoço pelo próprio filho. O crime aconteceu na manhã da quarta-feira (19) em Monte Alegre, cidade da Grande Natal. O autor do disparo, o vigilante Flávio Barbosa Silva, de 36 anos, está preso.

Além de atirar na própria mãe, Flávio também fez a avó, uma idosa de quase 100 anos, e a filha, uma adolescente de 13 anos, reféns. Foram quatro horas de negociação até ele se entregar à polícia. Inicialmente autuado por tentativa de homicídio e cárcere privado, ele agora deverá responder por lesão corporal seguida de morte. “Primeiro é preciso que a perícia confirme que a vítima morreu em decorrência do disparo”, ressaltou o delegado Delmontiê Falcão.

Vigilante, Flávio Barbosa Silva, de 36 anos, está
preso (Foto: PM/Divulgação)
A motivação do crime ainda está sendo investigada. “Faz algum tempo, ele sofreu um acidente de moto. E de lá pra cá, ficou violento. Já havia agredido a esposa e coisas do tipo. Hoje, ele discutiu com a mãe e ninguém sabe o motivo dele ter atirado nela. Junte a esse histórico de violência o uso de drogas e você vai ter como resultado essa tragédia toda. O conheço desde criança. Foi meu aluno, assim como a mãe dele. É gente de bem, de família decente. Lamentável”, disse um professor que pediu para não ser identificado.

Doação de órgãos
A morte cerebral da dona de casa foi confirmada pelo irmão dela. Em contato com o G1, Arlindo Barbosa disse que a família avalia a possibilidade de autorizar a doação de órgãos. “Vamos nos reunir com o Serviço Social do hospital e ver o que pode ser feito a este respeito”, afirmou.
Ainda de acordo com Arlindo, a providência inicial é liberar o corpo, que primeiro será levado para necropsia no Instituto Técnico de Polícia (Itep). “Só depois é que vamos ver como faremos o velório e o sepultamento dela”, acrescentou o irmão.
Share on Google Plus

About VNT Online

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.