Grupo faz ato em frente ao Planalto após revelação de denúncias contra Temer

No VNT do G1 - 17/05/2017
Grupo protesta contra Michel Temer em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília (Foto: Gustavo Aguiar/G1)
Grupo protesta contra Michel Temer em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília (Foto: Gustavo Aguiar/G1)
Manifestantes se reuniram em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília, na noite desta quarta-feira (17), para protestar contra o presidente Michel Temer. O ato fazia referência às denúncias, reveladas pelo jornal "O Globo" no fim da tarde, de que Temer foi gravado dando aval para comprar o silêncio do deputado cassado e ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Por volta das 22h20, a Polícia Militar contabilizava mais de cem manifestantes no local. Naquele momento, uma pessoa já tinha sido detida por tentar invadir a área privativa do Palácio do Planalto, de acordo com a PM.

Pouco antes das 22h, o grupo que se reunia em frente às grades de proteção do Palácio do Planalto foi "recuado" pela Polícia Militar rumo à Praça dos Três Poderes – do outro lado das seis faixas do Eixo Monumental. Os militares usaram spray de pimenta no momento desse recuo.

Segundo a corporação, o uso do spray ajudou a "impedir a invasão" do prédio. Apesar do cerco policial, por volta das 23h, os manifestantes já tinham voltado a ocupar a calçada em frente às grades de proteção do Palácio do Planalto.

Em razão do protesto, todas as faixas do Eixo Monumental no sentido rodoviária-Congresso foram bloqueadas na altura do Palácio do Itamaraty, antes da Praça dos Três Poderes. O trânsito foi direcionado para a via S2, que passa por trás dos ministérios, no mesmo sentido.
Trânsito bloqueado em frente ao Palácio do Itamaraty, em Brasília, em meio a protestos contra Michel Temer (Foto: Letícia Carvalho/G1)
Trânsito bloqueado em frente ao Palácio do Itamaraty, em Brasília, em meio a protestos contra Michel Temer (Foto: Letícia Carvalho/G1)
Dentro do Planalto
Militares do Exército que atuam na segurança do Palácio do Planalto também se posicionaram nos arredores do prédio, para conter o avanço dos manifestantes. No protesto, havia pessoas com bandeiras do PT e do Brasil. O grupo gritava palavras de ordem contra Michel Temer e contra o impeachment de Dilma Rousseff, e também pedia eleições diretas para a presidência da República.

Em nota, o Palácio do Planalto afirmou que Temer se reuniu com o empresário Joesley Batista, dono da JBS, mas "jamais" tentou evitar a delação de Cunha. "Não participou e nem autorizou qualquer movimento com o objetivo de evitar delação ou colaboração com a Justiça pelo ex-parlamentar", diz trecho.
Grupo se reúne em frente ao Palácio do Planalto, em ato contra presidente Michel Temer (Foto: TV Globo/Reprodução)
Grupo se reúne em frente ao Palácio do Planalto, em ato contra presidente Michel Temer (Foto: TV Globo/Reprodução)
Share on Google Plus

About deusa online

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.