Após arrastões e pânico, lojas dos dois maiores centros comerciais de Natal fecham as portas

No VNT do G1 RN - 20 DEZ 2017
Lojas na Cidade Alta, em Natal, fecharam as portas após arrastão (Foto: Heloísa Guimarães/Inter TV Cabugi)
Lojas na Cidade Alta, em Natal, fecharam as portas após arrastão (Foto: Heloísa Guimarães/Inter TV Cabugi)
Transeuntes que faziam compras nos dois maiores centros comerciais de Natal, na Cidade Alta e no Alecrim, foram surpreendidos por arrastões nas ruas dos dois bairros na tarde desta quarta-feira (20). Várias lojas foram fechadas, inclusive com os clientes do lado de dentro, e houve muita correria.

A assessoria de Comunicação da Polícia Militar confirmou os assaltos. Segundo o tenente-coronel Eduardo Franco, na Cidade Alta o arrastão aconteceu em um estabelecimento da Rua Princesa Isabel.

Ainda de acordo com o oficial, no Alecrim foram vários arrastões, em diferentes ruas e lojas. “Generalizado”, resumiu o Franco.

Desde esta terça-feira (19), a maior parte do efetivo da Polícia Militar do Rio Grande do Norte não tem saído para trabalhar nas ruas. Trata-se de um protesto dos PMs, por causa dos atrasos salariais que vêm acontecendo há meses no estado.

Nesta quarta (20), a Polícia Civil e os agentes penitenciários também aderiram ao movimento. Os agentes, delegados e escrivães da polícia estão trabalhando em regime de plantão. Os agentes penitenciários entraram em greve e os presídios estão sendo operadas com efetivo reduzido.

Desde a manhã desta terça (19), dois bancos foram alvos de criminosos e um supermercado sofreu um arrastão.

Diante da paralisação de parte dos servidores da segurança pública do Rio Grande do Norte, o Governo do Estado solicitou ao Governo Federal, nesta quarta-feira (20), um incremento no número de policiais da Força Nacional e o apoio das Forças Armadas para atuar no território potiguar.

O governador Robinson Faria foi até Brasília para tentar, junto à União, conseguir dinheiro para pagar os salários de novembro e o 13º salário dos servidores do Estado. Contudo não há confirmação sobre quando o monte estará disponível, bem como não se sabe quanto de dinheiro será disponibilizado para o RN.
Share on Google Plus

About VNT Online

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.