Recent

Postagens mais visitadas

Navigation

Casagrande diz que Neymar é mimado: ‘Estamos criando um monstro’

No VNT da VEJA - 15 FEV 2018
Neymar lamenta a derrota para o Real Madrid
Neymar lamenta a derrota para o Real Madrid (Sergio Perez/Reuters)

O ex-jogador Walter Casagrande foi bastante crítico ao analisar o comportamento e a atuação de Neymar após na derrota do PSG por 3 a 1 para o Real Madrid, pela Liga dos Campeões. O comentarista da Rede Globo afirmou nesta quinta-feira que o principal jogador do país é “mimado” e que torcedores e imprensa estão ajudando a “criar um monstro” – repetindo frase usada pelo técnico Renê Simôes, em 2010, quando Neymar tinha apenas 18 anos.

Participando do programa Redação SporTV, Casagrande disse que Neymar precisa buscar entrosamento com os colegas. “O futebol é coletivo. Os times não têm que procurar um cara que tenha o perfil do Neymar. O Neymar é que tem que ter o perfil do time. É assim que funciona um time de futebol”, disse, citando que até Pelé tinha de se adaptar ao grande time do Santos da década de 60.

“O Neymar ainda não tem a genialidade, o tamanho de um Maradona, de um Messi, de um Cristiano Ronaldo, para que a equipe possa fica esperando ele resolver um jogo. Não é assim. Os brasileiros se iludem com isso. Me incomoda a maioria dos torcedores brasileiros e da imprensa passarem a mão na cabeça do Neymar. Ele já demonstrou diversas vezes comportamentos fora do coletivo, mimado, colocando até em risco a equipe”, continuou o ex-jogador.

Casagrande lembrou que Neymar levou mais um cartão amarelo, nos primeiros minutos do jogo em Madri, e correu risco de ser expulso. “Estamos criando um monstro, ao invés de corrigi-lo para ele virar gênio. Não estamos colaborando com o Neymar. Muita gente acha que eu pego no pé, mas estou tentando corrigi-lo”, completou Casagrande.
Share
Banner

VNT Online

Post A Comment:

0 comments:

OS COMENTÁRIOS POSTADOS AQUI SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR DO COMENTÁRIO.

PARA FAZER COMENTÁRIOS NO VNT:

Respeitar o outro, não conter insultos, agressões, ofensas e baixarias, caso contrário não serão aceitos.

Não usar nomes de terceiros para emitir opiniões, o uso indevido configura crime de falsidade ideológica.