Por 7 votos a 4, Supremo Tribunal Federal decide manter em prisão preventiva ex-ministro Antonio Palocci

No VNT do G1 - 12 ABR 2018
O ex-ministro Antonio Palocci, é escoltado por policiais federais em Curitiba, em imagem de setembro de 2016 (Foto: Rodolfo Buhrer/Reuters)
O ex-ministro Antonio Palocci, é escoltado por policiais federais em Curitiba, em imagem de setembro de 2016 (Foto: Rodolfo Buhrer/Reuters)

Por 7 votos a 4, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram nesta quinta-feira (12) manter na cadeia o ex-ministro Antonio Palocci, preso desde setembro de 2016 em Curitiba no âmbito da Operação Lava Jato.

O tribunal entendeu que não há ilegalidade nem excesso na duração da prisão preventiva – o ex-ministro está detido há mais de um ano e meio e reivindicava recorrer em liberdade da condenação a 12 anos e 2 meses de detenção imposta pelo juiz Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal.

Votaram por manter Palocci preso os ministros:

Edson Fachin (relator)
Luís Roberto Barroso
Alexandre de Moraes
Luiz Fux
Rosa Weber
Celso de Mello
Cármen Lúcia
Pela libertação de Palocci, votaram:

Marco Aurélio Mello
Dias Toffoli
Ricardo Lewandowski
Gilmar Mendes
Share on Google Plus

About VNT Online

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.