PM foi morto em Mossoró porque fazia trabalho de evangelização que incomodava criminosos, diz Polícia Civil

No VNT do G1 RN - 19 MAI 2018
Policial Militar da reserva foi morto no final da tarde desta sexta-feira (23) em Mossoró (Foto: Marcelino Neto/O Câmera)
Policial Militar da reserva foi morto no final da tarde desta sexta-feira (23) em Mossoró (Foto: Marcelino Neto/O Câmera)

O sargento da reserva da PM Luiz Valdécio Faustino, morto no dia 23 de março passado em Mossoró, Oeste potiguar, foi assassinado porque realizava trabalho de evangelização em um bairro periférico, e isso incomodava os criminosos que moram na região. A informação é da Delegacia de Homicídios de Mossoró (DHM).

De acordo com as investigações da Polícia Civil, Luiz Valdécio Faustino era evangélico, e realizava um projeto da igreja no bairro Ouro Negro.

O delegado titular da DHM, Rafael Arraes, divulgou nesta sexta-feira (18) que os disparos que mataram o sargento da reserva da PM saíram de uma pistola calibre 380, que foi apreendida com um adolescente suspeito pelo homicídio.

Segundo o delegado Arraes, o exame de comparação balística realizado pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (ITEP-RN) com a arma apreendida e projéteis retirados do corpo do sargente apresentou resultado positivo. Ou seja, as balas saíram da arma que estava com o adolescente.
Share on Google Plus

About VNT Online

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.