Recent

Postagens mais visitadas

Navigation

Polícia Civil prende três suspeitos de roubos a cofres no Rio Grande do Norte

No VNT do G1 RN  - 06 SET 2018
Material foi apreendido com suspeitos de roubas cofres no Rio Grande do Norte (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Material foi apreendido com suspeitos de roubas cofres no Rio Grande do Norte (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
A Polícia Civil prendeu nesta quarta-feira (5) três homens suspeitos de roubos a cofres no Rio Grande do Norte. A investigação da Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações (Defur) a ponta que o trio é ligado a uma facção criminosa que atua no estado.

Um outro homem morreu na troca de tiros com os policiais e um quarto suspeito conseguiu fugir. Estima-se que o grupo conseguiu roubar R$ 5 mil reais somente no mês de agosto passado.

A apuração da Defor com relação a atuação dos três suspeitos começou depois de um roubo ocorrido na Central do Cidadão do Alecrim, na Zona Leste de Natal. Segundo a polícia, logo após esse dia, começaram a acontecer crimes parecidos em cidades do interior e da Região Metropolitana, como Macaíba, São José de Mipibu e Ceará-Mirim.

Com o andamento das investigações, a Polícia Civil conseguiu estar presente no momento em que o grupo efetuaria mais um roubo, na Central do Cidadão de João Câmara, no interior. Quatro homens estavam no local e, ao perceberem a presença dos agentes da Defur, atiraram.

No tiroteio, um dos suspeitos morreu, outro fugiu e dois foram presos. Em seguia os policiais verificaram que o carro usado pelos assaltantes estava no nome de um quinto homem. A polícia foi até a casa dele e o prendeu.

Além dos três presos, foram apreendidos dois veículos, armas, ferramentas para abertura de cofres e caixas eletrônicos e material fruto de roubos.
Share
Banner

VNT Online

Post A Comment:

0 comments:

OS COMENTÁRIOS POSTADOS AQUI SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR DO COMENTÁRIO.

PARA FAZER COMENTÁRIOS NO VNT:

Respeitar o outro, não conter insultos, agressões, ofensas e baixarias, caso contrário não serão aceitos.

Não usar nomes de terceiros para emitir opiniões, o uso indevido configura crime de falsidade ideológica.