Recent

Postagens mais visitadas

Navigation

Zé Eduardo, o artilheiro da Copinha que faz o Visão Celeste-RN sonhar

No VNT do O Gol - 10 JAN 2019
Zé Eduardo, o artilheiro da Copinha que faz o Visão Celeste sonhar 

Uma das grandes surpresas da Copinha na primeira fase, o Visão Celeste se classificou no primeiro lugar do grupo 20 da competição, após bater nesta quarta-feira o Uberlândia, por 2 a 0.

José Eduardo De Andrade, mais conhecido como Zé Eduardo, vem sendo o grande protagonista na campanha que faz sonhar a torcida do modesto time da cidade de Parnamirim, no Rio Grande do Norte. Com cinco gols marcados até agora na Copinha, o jogador de 19 anos de idade divide a artilharia da competição com Gabriel Martinelli, do Ituano. 

O jovem atacante, que anotou até o momento todos os gols de sua equipe na competição, está no seleto grupo de jogadores que já fizeram um hat-trick nesta 50ª edição da Copinha. Além dele, os outros foram: Pedro (América Mineiro), Gabriel Sara (São Paulo), Flávio (Goiás), Bill (Flamengo), Luquinha (Londrina) e Vinícius (Ponte Preta). 

Zé Eduardo já havia mostrado sua veia goleadora no ano passado, ao marcar sete gols no Campeonato Potiguar Sub-19 e levar o Visão Celeste ao vice-campeonato do torneio. Em seguida, estreou pelo time profissional na segunda divisão estadual, tendo atuado em três partidas, no entanto, sem balançar as redes. 

Único representante do Rio Grande no Norte na segunda fase da Copinha, o Visão Celeste terá seu próximo desafio no sábado, diante do Fortaleza. O time cearense que se cuide, pois o "homem gol" de Parnamirim entrará em campo ainda com mais fome de protagonismo, ciente de que não faltarão grandes clubes observando a sua atuação.


Share
Banner

VNT Online

Post A Comment:

0 comments:

OS COMENTÁRIOS POSTADOS AQUI SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR DO COMENTÁRIO.

PARA FAZER COMENTÁRIOS NO VNT:

Respeitar o outro, não conter insultos, agressões, ofensas e baixarias, caso contrário não serão aceitos.

Não usar nomes de terceiros para emitir opiniões, o uso indevido configura crime de falsidade ideológica.