Recent

Postagens mais visitadas

Navigation

Grupo faz ato em favor da operação Lava Jato e contra STF em Natal

No VNT do G1 RN - 25 AGO 2019
NATAL, 15h25: Manifestantes se concentram na calçada de shopping na Zona Leste — Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi

Manifestantes fizeram um ato na tarde deste domingo (25), em Natal, em defesa da operação Lava Jato e do ministro da Justiça, Sérgio Moro, além de apoio ao governo do presidente Jair Bolsonaro. Eles também pediram veto total à lei do abuso de autoridade, aprovada pelo Congresso, e impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

A concentração teve início por volta de 15h, na calçada do Midway Mall, na esquina das avenidas Salgado Filho e Bernardo Vieira, no bairro Tirol, na Zona Leste da capital potiguar. Os manifestantes estavam vestidos com roupas nas cores verde e amarela, predominantemente. Alguns empunhavam a bandeira nacional.

Por volta das 16h, os manifestantes começaram a fazer discursos no carro de som, com falas em apoio a Bolsonaro e pedindo o impeachment dos ministros do STF, Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Alexandre de Morais.

Os manifestantes também recitaram a oração do Guerreiro da Selva - em referência à Amazônia - defendendo a independência do país sobre a gestão da floresta que está em seus limites e gritaram "fora ONGs internacionais".

Durante o protesto, o trânsito seguiu fluindo normalmente na região, exceto por uma faixa da avenida Salgado Filho, onde um trio elétrico e outros carros ficaram estacionados. O ato foi encerrado por volta das 17h50, após os manifestantes orarem e cantarem o hino nacional.

O ato foi convocado por movimentos como o Radar RN, Endireita Natal e Força Democrática.
Share
Banner

VNT Online

Post A Comment:

0 comments:

OS COMENTÁRIOS POSTADOS AQUI SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR DO COMENTÁRIO.

PARA FAZER COMENTÁRIOS NO VNT:

Respeitar o outro, não conter insultos, agressões, ofensas e baixarias, caso contrário não serão aceitos.

Não usar nomes de terceiros para emitir opiniões, o uso indevido configura crime de falsidade ideológica.