Recent

Postagens mais visitadas

Navigation

Turistas de São Paulo são assaltados a caminho da praia da Pipa; suspeito morre após confronto com a PM

No VNT do G1 RN - 21 NOV 2019
Armas apreendidas com suspeitos após assalto a turistas de São Paulo, no RN — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi

Pelo menos quatro homens assaltaram um casal de turistas de São Paulo em uma estrada de terra a caminho da Praia da Pipa, Litoral Sul potiguar, na manhã desta quinta-feira (21). Após o crime, houve perseguição policial e tiroteio. Um suspeito foi preso e outro morreu, após confronto policial.

O crime aconteceu em uma estrada de terra próxima à entrada para o município de Arez. Segundo a polícia, os aplicativos sugerem um caminho por dentro de canaviais como a rota mais rápida para chegar à praia da Pipa, no município de Tibau do Sul.

O casal, que não conhecia a região, seguia a rota sugerida, quando foi abordado. As vítimas são um químico de 41 anos e uma analista de qualidade, de 40, moradores da cidade de Guarulhos, que planejavam a visita ao Rio Grande do Norte há três anos.

"Nós estávamos na praia de Ponta Negra e queria ir para Pipa. Colocamos pelo Google Maps. Teve uma hora que ele mandou sair da estrada (BR-101) e entrar. No que nós entramos, achamos estranho, porque era uma estrada de terra, mas como ele estava mandando, a gente resolveu ir. No que chegou no começo de um canavial, tinham quatro rapazes andando na lateral. Eles abriram em frente ao carro e já vieram em direção à gente armados. Mandaram a gente sair do carro, meu marido para um lado e eu pro outro, tiraram as alianças e falaram para a gente correr. Só demos as costas e saímos correndo. Graças a Deus vinha uma pessoa também naquele caminho e parou para socorrer a gente", afirmou a mulher, que preferiu não se identificar.
A outra pessoa também era um turista do estado de São Paulo, só que do município de Osasco. O projetista de 60 anos parou para o casal, mas precisou acelerar, porque os assaltantes também tentaram abordar o carro dele, segundo as vítimas. O grupo seguiu para a delegacia do município.

Na fuga do assalto, com o carro roubado, os criminosos furaram um bloqueio policial que estava montado na estrada do Sumaré e recusou a ordem de parada. Segundo a polícia, houve perseguição por cerca de sete quilômetros e outras viaturas foram acionadas para fazer a interceptação.

Os suspeitos só abandonaram o carro no bairro Batalha, já no centro de Goianinha. Um deles se rendeu e os outros saíram correndo. Um deles começou os muros das casas. Durante a fuga, houve troca de tiros e ele acabou sendo baleado, segundo a polícia.

O homem acabou sendo preso dentro de uma casa foi levado ao hospital do município, mas não resistiu ao ferimento e morreu. Os outros dois suspeitos conseguiram fugir.

Com o suspeito preso e com o que morreu, os policiais apreenderam uma escopeta calibre 12 de fabricação caseira, um revólver calibre 38 e um simulacro de pistola.

Segundo a Polícia Militar, em 15 dias, este é o quinto assaltado registrado na região. Os policiais militares da região já vinha alertando turistas e moradores da região a evitar a estrada e pegar a rota pela BR-101 até o município de Goianinha e pegar a estrada pavimentada no sentido a Pipa.

A vítima ouvida pela reportagem afirmou que não sabe se continuará as férias. "Conseguimos resgatar tudo, mas estamos assustados. Não sabemos como será daqui pra frente. Eu não sei ainda. Meu marido está mais abalado que eu", afirmou a mulher.
Assaltantes levaram carro usado por turistas que seguiam para a praia da Pipa, no RN — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi
Assaltantes levaram carro usado por turistas que seguiam para a praia da Pipa, no RN — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi


Share
Banner

VNT Online

Post A Comment:

0 comments:

OS COMENTÁRIOS POSTADOS AQUI SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR DO COMENTÁRIO.

PARA FAZER COMENTÁRIOS NO VNT:

Respeitar o outro, não conter insultos, agressões, ofensas e baixarias, caso contrário não serão aceitos.

Não usar nomes de terceiros para emitir opiniões, o uso indevido configura crime de falsidade ideológica.