Em Nova Cruz, RN família confirma morte de Gil, da Chapecoense: 'Deus nos conforte'

Do VNT com G1RN/NOVOJornal/GE/ANSA - 29/11/2016
Potiguar, Gil era volante da equipe da Chapecoense  (Foto:  Laion Espíndula)
Potiguar, Gil era volante da equipe da Chapecoense (Foto: Laion Espíndula)
G1 RN - “Quando vem de Deus, só podemos nos conformar. Deus nos conforte”. As palavras vêm de um dos irmãos do volante Gil, da Chapecoense, um dos mortos na madrugada desta terça-feira (29) na queda do avião da LaMia, na Colômbia. Toda a família do jogador mora na cidade de Nova Cruz, na região Agreste potiguar. 

“Uma pessoa foi socorrida ainda com vida após o acidente, mas morreu a caminho do hospital. Essa pessoa foi justamente o Gil. A última vez que ele esteve em casa, conosco, foi em dezembro, nas férias dele. Estávamos todos esperando que ele passasse o fim de ano com a gente novamente, desta  vez campeão da Sulamericana. Mas, quando vem de Deus, só podemos nos conformar. Deus nos conforte”, disse José Obdiedson Alves.

Ainda segundo o irmão de Gil, os pais do jogador receberam a notícia da queda do avião ainda na madrugada. Já pela manhã, precisaram ser medicados e foram levados para um hospital da cidade. “Estamos todos arrasados”, concluiu.

Um dos irmãos de Gil é o ex-jogador Geraldo Madureira, que defendeu o ABC de Natal.

NOVO Jornal - A morte do volante Gil, de 29 anos, foi confirmada pela família do jogador. Gil era um dos 81 tripulantes do avião que transportava a Chapecoense para a cidade de Medellín, onde o clube disputaria a final da Copa Sul-Americana, e que caiu na madrugada desta terça-feira (29) na Colômbia.

De acordo com informações do radialista Ademilson Amorim, da cidade de Nova Cruz, familiares do atleta estão reunidos na residência da família, no bairro Alto de Santa Luzia, em Nova Cruz. "O clima é de abatimento total. Todos choram neste momento", narrou o radialista.

Ainda segundo Ademilson Amorim, familiares contaram que Gil foi encontrado com vida, mas faleceu enquanto era transportado para um hospital. Essa informação não foi confirmada por autoridades.

Gil deixa esposa e duas filhas, uma de dois e a outra de quatro anos. O volante, natural da cidade de Santo Antônio, era irmão do ex-jogador Geraldo Madureira. 

Gil é casado e pai de duas meninas, um de dois e a outra de quatro anos. O jogador nasceu em Santo Antônio, na região Agreste do estado, mas tem família na vizinha Nova Cruz, cidade que faz divisa com a Paraíba. Na sexta-feira, em entrevista ao NOVO, o jogador declarou estar vivendo "meu melhor momento".

ANSA  - Ao menos 22 jogadores da Chapecoense estavam no avião que caiu na noite da última segunda-feira (29) no município de La Ceja, perto de Medellín, onde a equipe catarinense disputaria a final da Copa Sul-Americana.

Dos atletas, sobreviveram apenas os goleiros Danilo e Jackson Follmann e o lateral Alan Ruschel. Todo o restante morreu na tragédia. As vítimas do elenco são os laterais Giménez, Dener e Caramelo; os zagueiros Marcelo, Filipe Machado, Thiego e Neto; os meio-campistas Josimar, Gil (natural de Santo Antônio, RN), Sérgio Manoel, Matheus Biteco, Cleber Santana e Arthur Maia (ex-América/RN); e os atacantes Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel (passagem pelo Baraúnas/RN) e Canela.

Alguns atletas não embarcaram com a delegação, como Neném, Hyoran, Martinucico, Nivaldo, Rafael Lima e Demerson, que não vinham sendo usados pelo técnico Caio Júnior, que também faleceu. O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, estava na lista de convidados do clube, mas não viajou.

Entre os 72 passageiros, além dos 22 jogadores, havia 18 membros da comissão técnica, oito da diretoria, três convidados, incluindo o presidente da Federação Catarinense de Futebol, Delfim Peixoto Filho, e 21 representantes da imprensa, inclusive o ex-jogador e ex-técnico Mário Sérgio, comentarista dos canais “Fox Sports”.

GE - O acidente envolvendo o avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín para a final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional transportava 81 pessoas, de acordo com informações das autoridades colombianas. Veja abaixo os nomes do elenco que estavam no voo, além do técnico Caio Júnior: A tragédia ocorreu na madrugada desta terça-feira, 29 de novembro.

Veja a lista dos jogadores que estavam no voo da Chapecoense

Danilo (GOL)
Gimenez (LAD)
Bruno Rangel (ATA)
Marcelo (ZAD)
Lucas Gomes (ATA)
Sergio Manoel (VOL)
Filipe Machado (ZAE)
Matheus Biteco (VOL)
Cleber Santana (MEC)
Alan Ruschel (LAE)
William Thiego (ZAE)
Tiaguinho (ATA)
Neto (ZAD)
Josimar (VOL)
Dener (LAE)
Gil (VOL)
Ananias (MEC)
Kempes (ATA)
Follmann (GOL)
Arthur Maia (MEC)
Mateus Caramelo (LAD)
Aílton Canela (ATA)
Caio Junior (TEC)
Share on Google Plus

About vnt online

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.