Recent

Postagens mais visitadas

Navigation

Mulher morre e marido fica em estado grave após serem baleados durante assalto em Pedro Velho, RN

No VNT do G1 RN - 30 JUL 2019
Professora Ana Tecia Ambrósio Soares tinha 47 anos e foi morta no assalto — Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi

Uma mulher morreu e o marido dela ficou ferido depois de serem baleados em um assalto que aconteceu em uma granja na cidade de Pedro Velho, distante aproximadamente 80 quilômetros de Natal. A professora Ana Tecia Ambrósio Soares, de 47 anos, chegou a ser socorrida ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. O marido dela está internado em situação grave. O crime aconteceu por volta das 20h desta segunda-feira (29).

De acordo com a polícia, pelo menos quatro criminosos participaram da ação. Armados, eles invadiram a casa do casal no Sítio Porteiras, na zona rural da cidade, e iniciaram o assalto. Durante o roubo, os homens atiraram no casal.

Segundo a polícia, os bandidos fugiram em seguida, levando uma televisão, três celulares e duas espingardas de caça do marido de Ana Tecia. A professora morava em Pedro Velho desde a infância. Ela ensinava na escola municipal da cidade e também em outra em Canguaretama.

O hospital que recebeu o casal ficou cheio de moradores de Pedro Velho na frente, que buscavam por informações do estado de saúde dos dois. O marido de Ana Tecia Soares foi transferido para o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal.

A Polícia Militar realizou buscas na região em que aconteceu o crime na tentativa de encontrar os assaltantes, no entanto ninguém foi preso.
Mulher morreu e marido ficou em estado grave após serem baleados durante o assalto em Pedro Velho — Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi
Mulher morreu e marido ficou em estado grave após serem baleados durante o assalto em Pedro Velho — Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi
Share
Banner

VNT Online

Post A Comment:

0 comments:

OS COMENTÁRIOS POSTADOS AQUI SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR DO COMENTÁRIO.

PARA FAZER COMENTÁRIOS NO VNT:

Respeitar o outro, não conter insultos, agressões, ofensas e baixarias, caso contrário não serão aceitos.

Não usar nomes de terceiros para emitir opiniões, o uso indevido configura crime de falsidade ideológica.