Recent

Postagens mais visitadas

Navigation

Policial militar tenta impedir assalto a van e é baleado na cabeça em Caicó, RN

No VNT do G1RN - 11 DEZ 2019
Caminhonete usada pelos criminosos foi encontrada incendiada, em Jardim de Piranhas, no Seridó potiguar — Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

Um policial militar foi baleado na cabeça ao tentar impedir um assalto a uma van na RN-118, em Caicó, na noite desta terça-feira (10). Ele foi socorrido, levado para o hospital da cidade e transferido para o Hospital Walfredo Gurgel, na Zona Sul de Natal.

De acordo com a PM, uma van que seguia com vendedores ambulantes que fariam compras em Fortaleza, no Ceará, foi interceptada por criminosos armados. Um policial militar que estava no próprio carro e ia com um colega para Jucurutu, cidade do Seridó do RN, reagiu para tentar evitar o assalto e foi atingido com um tiro na cabeça.

Segundo um cunhado da vítima, que está em Natal, o policial passou por uma cirurgia para a remoção do projétil que estava na lateral da cabeça e está na UTI em coma induzido. Ainda de acordo com o cunhado do militar, o estado de saúde dele é considerado grave.

Segundo o parente, a vítima é militar há 19 anos e bastante atuante na região. "Sempre fez muitas prisões, a gente nunca ouviu falar mal dele. É esperar para ver. Se Deus quiser, ele vai reagir bem", disse.

Os criminosos fugiram em uma caminhonete Hilux. Um veículo com as mesmas características foi encontrado incendiado na BR-427, próximo à saída para Jardim de Piranhas, também no Seridó do RN.

A Polícia acredita que pode ser o carro utilizado pelos criminosos. A placa do carro, que era da cidade de Cruzeta, RN, foi encontrada em chamas ao lado do veículo.
Share
Banner

VNT Online

Post A Comment:

0 comments:

OS COMENTÁRIOS POSTADOS AQUI SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR DO COMENTÁRIO.

PARA FAZER COMENTÁRIOS NO VNT:

Respeitar o outro, não conter insultos, agressões, ofensas e baixarias, caso contrário não serão aceitos.

Não usar nomes de terceiros para emitir opiniões, o uso indevido configura crime de falsidade ideológica.