Recent

Postagens mais visitadas

Navigation

Secretaria Estadual de Saúde diz que está investigando possível caso de coronavírus no RN

No VNT do G1RN - 13 FEV 2020
Paciente está internado no Hospital Giselda Trigueiro, referência em doenças infectocontagiosas — Foto: Quézia Oliveira/Inter TV Cabugi

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) emitiu nota confirmando que está investigando um possível caso de coronavírus no Rio Grande do Norte. Um homem de 25 anos que afirmou que teve contato com chineses está internado em isolamento no Hospital Giselda Trigueiro, em Natal.

O paciente chegou ao Hospital Giselda Trigueiro na noite desta quarta (12) encaminhado de um hospital particular da capital. Ele é morador de Baía Formosa e disse que teve contato com chineses na praia de Pipa, em Tibau do Sul, há 23 dias. O prazo é maior do que o estabelecido pela Organização Mundial de Saúde como de risco.

O diretor do Hospital Giselda Trigueiro, o médico infectologista André Prudente, explicou que o prazo estipulado pela OMS para o surgimento de sintomas do coronavírus é até 14 dias após o contato com alguém infectado. "O prazo de contato dele com os chineses é maior do que o estipulado pela OMS, por isso o vínculo epidemiológico é um pouco fraco", disse.

Segundo ele, o paciente está relativamente bem, não tem nenhum sinal de gravidade e vai ficar no isolamento aguardando o resultado de exames.

Confira a nota da Sesap na íntegra:

A Sesap informa que no momento está apurando os fatos para que possa inferir se há ou não um caso suspeito de Infecção Humana pelo Novo Coronavírus, uma vez que para ser considerado caso suspeito esse deverá atender aos critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde. No momento as investigações estão em curso e ainda não há informações precisas.
Share
Banner

VNT Online

Post A Comment:

0 comments:

OS COMENTÁRIOS POSTADOS AQUI SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DO AUTOR DO COMENTÁRIO.

PARA FAZER COMENTÁRIOS NO VNT:

Respeitar o outro, não conter insultos, agressões, ofensas e baixarias, caso contrário não serão aceitos.

Não usar nomes de terceiros para emitir opiniões, o uso indevido configura crime de falsidade ideológica.